Não é Margarida, mas Apareceu

outubro 03, 2017



Não vou começar esse posts com desculpas e nem terminar com promessas que de certeza vocês não aguentam mais. Sempre que eu penso em escrever um post, a única coisa que me vem a cabeça é aquele gif da velhinha do Titanic, porque é mais ou menos assim que eu me sinto. It's been 84 years... ou quase isso.

Mudei o layout do blog de novo, pra falar a verdade eu devo ter mudado o layout umas dez vezes desde que migrei o blog de volta pro blogger (as desvantagens de saber mexer nessa coisa). E no fim acabei por preferir um layout mais simples, mais descomplicado, do jeitinho que eu gosto. Eu nasci pra ser minimalista, não tem jeito. Veremos quanto tempo esse aqui vai durar.



Mas vamos ao que interessa, né: gatinhos! Byron, Zelda e Lola – os felinos de paleta neutra (e batizados em homenagem a escritores) pra combinar com a vibe do blog. Byron inclusive gastou uma das suas nove vidas esse ano numa situação com o quê de sobrenatural, que envolveu semanas de internação no veterinário, um tubo no esôfago, falência de órgãos, e muita energia positiva e amor que resultou numa recuperação milagrosa (e põe milagrosa nisso, parece até que nada aconteceu). Durante o tempo que ele esteve internado, Zelda ficou deprimida, teve que ser alimentada com patê especial e só voltou realmente ao normal depois que o irmão teve alta.

Tá tudo bem agora, mas espero que esses gatos nunca mais inventem um susto desses.



Agora é ver se eu consigo me organizar pra aparecer por aqui de novo ainda esse ano. Do jeito que as coisas andam eu tenho fé que sim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário